Rascunho 22

 

Amor

No embalo da rede em seu quarto de monge, Agostinho olha para o teto e tenta afugentar o desejo. A imagem de Helena insiste em aparecer nua em sua imaginação. Nem todas as preces do mundo nem todos os martírios são capazes e apagar esse vulto que volta para atormentar suas noites. Nessas horas, corpo e alma se confundem, porque para ele não existe sexo sem amor.

Mas ele é um homem de Deus que sente suas forças o abandonando lentamente. é como um alpinista que escorrega para o abismo gelado, os dedos feridos pela fricção da corda. No entanto, seu coração é uma fogueira e ele teme cair nas labaredas do inferno. Agora que ele ganhou uma missão tão importante de sua Igreja, a vontade parece estar lhe abandonando.

Para seu conforto, busca amparo na leitura de Santo Agostinho:

“Poluí a corrente do companheirismo com a escória da luxúria, anuviando sua clareza com o desejo sinistro – o tempo todo me considerando um sujeito urbano e sofisticado quando não passava de vil e desonesto. Era imprudente no amor, querendo ser seu cativo. Ainda assim, você, Deus misericordioso, em toda a sua bondade, lançou a amargura em meus prazeres.”

Os primeiros pios de pássaros prenunciavam a madrugada de dedos róseos. Padre Agostinho olhou para o relógio no criado mudo e viu que passara a noite em claro. Aquilo não poderia continuar assim. Jurou dar um jeito nessa situação assim que o dia clareasse de vez.

Anúncios

Sobre feriasnoinferno

Meu nome é Carlos de Souza, mas todo mundo só me conhece por Carlão. Sou jornalista e andei escrevendo uns livros bestas. Vou continuar fazendo essa merda.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s