Arquivo da categoria: Uncategorized

Rascunho 23

Ulisses Eis que surge o último personagem desta saga sertaneja. O mais dedicado, o mais fiel, o mais astucioso assistente do delegado Aquiles, enfim deu ar das graças. Ulisses percorreu todas as feiras do sertão vestido de mendigo, conversando com … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Rascunho 22

  Amor No embalo da rede em seu quarto de monge, Agostinho olha para o teto e tenta afugentar o desejo. A imagem de Helena insiste em aparecer nua em sua imaginação. Nem todas as preces do mundo nem todos … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Rascunho 21

Jornalismo Há muito que Páris gostaria de marcar uma entrevista com Heitor dos Prazeres, mas o bandido não era fácil de ser contactado. A única saída era andar pelo mercado público, pela feira semanal e sair dizendo a tudo mundo … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Rascunho 20

  Drogas Na verdade, Heitor nunca se preocupou com o pequeno tráfico de maconha na região. Seus próprios homens usavam cannabis sativa em sua presença sem causar qualquer aborrecimento. O que incomodava ao moderno cangaceiro era o crescente tráfico de … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog. Aqui está um resumo: Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 5.200 vezes em 2011. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Rascunho 19

Linhagem Folheando o livro Raízes do Privilégio: Mobilidade Social do Mundo Ibérico, o leitor mais atento vai encontrar no artigo Os Vaaz de Nápoles, de autoria de Gaetano Sabatini o seguinte trecho: “Nesses anos estava ainda bem viva, tanto na … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Rascunho 18

  Marx   Padre Agostinho ainda guardava o gosto amargo do desejo de vingança em sua boca ao acordar naquela manhã. Ao seu lado, ao pé da cama, um volume de um livro qualquer escrito por Karl Marx. Nas paginas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário